Itália

Acusação pede 26 anos de prisão para ex-comandante do "Costa Concordia"

26 | 01 | 2015   12.46H

O ministério público italiano pediu hoje 26 anos e três meses de prisão para Francesco Schettino, ex-comandante do paquete "Costa Concordia", que há três anos naufragou junto à costa de Itália, deixando 32 mortos.

"Não é uma pena exagerada", afirmou a procuradora Maria Navarro ao tribunal de Grosseto (Toscânia), que está a julgar Schettino por homicídio, abandono de navio e atentados contra o ambiente.

O ministério público pediu também a prisão do ex-comandante para evitar a fuga e uma série de penas acessórias, incluindo a interdição de comandar um navio.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: DR
Acusação pede 26 anos de prisão para ex-comandante do "Costa Concordia" | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE