Actualidade

Japão continua à espera de notícias da Jordânia sobre os reféns do Estado Islâmico

30 | 01 | 2015   04.57H

O Japão continuava hoje à espera de notícias da Jordânia relativamente à situação do jornalista nipónico e do piloto jordano, feitos reféns do Estado Islâmico, depois de ter expirado o prazo fixado pelo grupo jihadista para a sua execução.

"Estão a ser envidados todos os esforços possíveis para libertar Kenji Goto", afirmou hoje o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, referindo-se ao jornalista de 47 anos que permanece sequestrado desde o final do passado mês de outubro.

"Pedi ao ministro dos Negócios Estrangeiros [Fumio Kishida] que continue atento", declarou Abe, ao ser questionado pelos jornalistas sobre a forma como o Governo está a tratar o caso, em declarações citadas pela agência Kyodo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE