PUBLICIDADE
Actualidade

Recluso do EP de Sintra morre devido a meningite bacteriana

19 | 05 | 2015   12.52H

Um recluso do Estabelecimento Prisional de Sintra morreu segunda-feira à noite devido a meningite bacteriana e os três colegas de cela estão em "observação e isolamento", informou hoje a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

Os serviços prisionais adiantam que as causas de morte apontadas pelo hospital de Cascais são meningite bacteriana e VIH/SIDA, tendo o recluso dado entrada naquele hospital depois de se ter sentido mal, na segunda-feira de manhã e após ter sido observado pelos serviços clínicos da prisão de Sintra e pelo INEM.

A DGSP refere também que o recluso da cadeia de Sintra era "regularmente seguido nos serviços clínicos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE