Terapeuta de bebés

«O colo é aquilo que estamos desenhados para dar»

26 | 05 | 2015   11.47H

O pai é pediatra; a mãe, enfermeira parteira. Mas mais do que uma inevitabilidade, os bebés sempre a fascinaram. Um fascínio que a tornou terapeuta de bebés e a levou a escrever Os Bebés também Querem Dormir (Edições Matéria-Prima), onde Constança Cordeiro Ferreira defende que o colo nunca é demais e que temos, de uma vez por todas, de ouvir o nosso instinto mais do que qualquer teoria.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

Os bebés também querem dormir? É que às vezes não parece...

Claro que os bebés querem dormir! Não são desenhados para nos fazer a vida negra. Temos que parar de ver o sono como uma medalha ao peito que os pais carregam. Porque não é. O sono é influenciado por vários fatores, mas é um processo dinâmico. E tão depressa o bebé dorme seis horas por noite, como o deixa de fazer. O que é preciso é dar-lhe o conforto que ele precisa.

O que defende contraria as teorias mais recentes de que os bebés têm que aprender a dormir sozinhos, têm que chorar. Isso é errado?

Deixar um bebé a chorar como forma de educar a fazer algo é uma coisa que não faz sentido, nem sequer do ponto de vista científico. Quando um bebé chora, aumentam os níveis de cortisol, que é a hormona do stress. Como fomos incentivados a não o acalmar, ele acrescenta mais níveis a esse choro. Aquilo que parece não se ter entendido é que a autorregulalação e o autoconsolo não são inatos, vão sendo adquiridos através de experiência. Mas com níveis de cortisol em crescendo, não há possibilidade de autorregulação, não existe autoconsolo. O que vai acontecer? Desistência porque nenhum bebé vai continuar a gastar recursos em algo que não é útil.

Desmente a ideia de que o colo vicia...

Os bebés – e estamos a falar até ao primeiro ano de vida – não transmitem caprichos, mas sim uma necessidade. É incrível como desconfiamos dos bebés de uma forma que não o fazemos dos adultos. E é tudo uma perspetiva cultural. Há zonas do mundo onde a prática é que os bebés fiquem ao colo até aos três meses ou até gatinharem. E são estes super dependentes e fazem a vida negra aos pais? Não. Temos que perceber que a cientificação do colo como algo que tem que ser dado em doses reduzidas, como se fosse um medicamento com efeitos secundários, é uma coisa cultural. Não é algo que vem escrito na biologia do bebé, nem na nossa. Até porque quando ouvimos o nosso bebé a chorar, qual é a forma gratuita, mais rápida e fácil de acalmar esse choro? Pegando-lhe ao colo. De resto o colo é aquilo que estamos desenhados para dar, sem medos, o colo regula o nosso bebé, dá-lhe limites corporais.

Há muitos livros que ensinam a lidar com bebés, com teorias diferentes. Devem os futuros pais procurar essa informação ou confiar nos seus instintos?

Criou-se a ideia de que há um certo e um errado. E tudo aquilo que se afigura, ou que é vendido como sendo o certo eu vou buscar. O que é que acontece? Primeiro, como são teorias que muitas vezes têm uma base ideológica, são contraditórias. E nós ficamos sem saber o que fazer. Tudo o que sobre-estimula o nosso lado social, cultural e racional pode correr o risco de nos afastar do lado mais instintivo, que é o que nos ajuda a tomar decisões.

E para aqueles que dizem não ter instinto, qual o conselho?

A ideia de que o instinto é um manual de instruções está errada. Por isso é que as pessoas acham que não o têm. O instinto vem do nosso lado mais primitivo. Se a pessoa sente que se passa qualquer coisa com o bebé, é o instinto que o diz. É o instinto que, mesmo que digam para deixar o bebé chorar porque é para o bem dele, isso não bate certo. O que nós podemos estar a fazer é pôr em cima dessa voz de alerta teorias e vozes de outros, que a nossa lá dentro não se consegue fazer ouvir.

Foto: Carlos Ramos
«O colo é aquilo que estamos desenhados para dar» | © Carlos Ramos

2 comentários

  • concordo, amigo tretas. há cada um. estes são os vendedores de banha da cobra do século 21. é só pseudo-ciência para vender livros cheios de banalidades
    antunes e silva | 24.06.2015 | 11.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mais uma pseudo-tretas que quer vender disparates. Descobriu agora para que é e como dar o colo...ah,ah,ah, até faz rir tamanha piada. Esta ou não tem filhos ou não sabe criá-los, só pode, com tantas barbaridades...
    tretas | 31.05.2015 | 16.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE