Porto

Dono de pensão acusado de matar hóspede e ocultar o corpo conhece hoje sentença

05 | 06 | 2015   06.11H

O dono de uma pensão do Porto acusado de em fevereiro de 2014 matar um hóspede e esconder o corpo numa arrecadação durante sete meses conhece hoje a sentença no Tribunal São João Novo.

Segundo a acusação, o arguido, que cumpre a medida de coação mais gravosa (prisão preventiva), envolveu-se numa discussão com a vítima por aquela lhe dever 750 euros em rendas e refeições, acabando por assassiná-la com várias facadas.

O suspeito, de 52 anos, terá guardado o corpo do hóspede num armário do quarto, tendo-o depois levado num saco para a arrecadação da pensão.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE