Actualidade

Antigo líder militar chinês acusado de corrupção

31 | 07 | 2015   05.11H

Um antigo líder militar da China, general Guo Boxiong, foi acusado de corrupção e expulso do Partido Comunista Chinês, num dos mais graves casos do género envolvendo as Forças Armadas do país, anunciou hoje a imprensa oficial.

Guo Boxiong, 73 anos, vice-presidente da Comissão Militar Central durante uma década (2002-2012), "aproveitou-se do cargo para obter promoções e benefícios para outros e aceitou subornos pessoalmente ou através da sua família", disse o Politburo do PCC num comunicado citado pela agência noticiosa oficial Xinhua.

"Os seus atos violaram gravemente a disciplina do Partido e causaram um vil impacto", afirma o comunicado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE