Actualidade

Académico e jornalistas são hoje julgados em Maputo por delito de opinião

31 | 08 | 2015   06.07H

Um académico e dois jornalistas começam hoje a ser julgados em Maputo, num processo que observadores classificam como político e inconstitucional.

Em causa está uma opinião expressa numa carta escrita pelo economista Nuno Castel-Branco a Armando Guebuza, divulgada em novembro de 2013 na rede social Facebook, quando Guebuza era Presidente da República, e posteriormente reproduzida na imprensa moçambicana.

Castel-Branco foi acusado pelo crime contra a segurança do Estado e Fernando Veloso, diretor editorial do semanário Canal de Moçambique, e Fernando Banze, editor do diário eletrónico Mediafax, respondem pelo crime de abuso de liberdade de imprensa, porque reproduziram a carta nos respetivos órgãos de comunicação.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE