Polémica das emissões

‘Das Problem’ do grupo Volkswagen com suspensão ibérica de alguns veículos

29 | 09 | 2015   18.03H

O ‘Das Problem’ do grupo Volkswagen pode ser a ponta do iceberg na questão de manipulação dos testes de emissões de CO2. A Quercus já anunciou ter pedido à União Europeia que investigue todos os veículos no mercado.

Certo é que a polémica já chegou à Península Ibérica. O grupo Volkswagen em Espanha suspendeu a venda de algumas unidades da Audi, Seat, Skoda e VW por terem o tal software de manipulação em motores diesel. Em Portugal a SIVA (importadora de marcas como VW, Audi e Skoda) não deu explicações sobre se vai suspender a venda de alguns veículos.

Já a Seat Portugal disse ao Destak que, como medida preventiva, enquanto decorrem as investigações para determinar ao certos quantos veículos foram afectados, retirou de venda as 50 unidades em stock com o motor em causa, o EA 189, que envolve motores 1.6 TDI e o 2.0 TDI, entre os 105 e os 140 cv.

Só estão envolvidos os veículos com a norma Euro V, produzidos até setembro de 2014 (a ‘portuguesa’ Autoeuropa já não produz veículos com este motor há um ano).

As unidades com o tal software (podem ser mais de 11 milhões) devem, em breve, ser alteradas com um ‘recall’ por parte do grupo. A polémica está a trazer à luz do dia acusações antigas.

Esta semana os ambientalistas da Transport & Environment acusaram também a BMW, Mercedes e Peugeot (com base num estudo de 2014) de terem disparidades entre emissões anunciadas e obtidas em utilização real..

Nos EUA fala-se em mudanças nos testes atuais, para incluir cada vez mais a utilização ‘real’ e não apenas aquela que é feita em situações ideais nos testes. A indústria pode mudar mais do que se pensava com este caso.

Entretanto o secretário-geral da Deco, Jorge Morgado, disse ao Económico que há a possibilidade legal dos clientes afectados pediram o dinheiro de volta.

João Tomé | jtome@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: DR
‘Das Problem’ do grupo Volkswagen com suspensão ibérica de alguns veículos | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE