PUBLICIDADE
Justiça

Tribunal da Relação de Lisboa recusa libertação condicional de Vale e Azevedo

06 | 10 | 2015   18.31H

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) indeferiu um recurso do ex-presidente do Benfica Vale e Azevedo, em que este pedia a liberdade condicional, disse hoje à agência Lusa fonte do TRL.

A mesma fonte adiantou que, por decisão dos juízes desembargadores Agostinho Torres (relator) e João Carrola, foi "julgado improcedente" o recurso relativo ao pedido de liberdade condicional.

Vale e Azevedo está a cumprir pena no Estabelecimento Prisional da Carregueira, Sintra, ao abrigo da extradição para Portugal, no âmbito do cúmulo jurídico de 11 anos e meio, fixado com as condenações nos processos Ovchinnikov, Euroárea, Dantas da Cunha e Ribafria, por crimes de burla, entre outros ilícitos de natureza económica e financeira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: Sérgio Freitas / CM
Tribunal da Relação de Lisboa recusa libertação condicional de Vale e Azevedo | © Sérgio Freitas / CM

2 comentários

  • Não se compreende um homem como o Vale fez tanto pelo clube e ainda se encontra detido, e não há ninguém que fale sobre isso.
    Inês | 06.10.2015 | 20.10Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Apelo- Por favor libertem o Vale porque ele fez um grande centro de estágio no Seixal . Muito obrigado. Deus vos abençoe.
    Inês | 06.10.2015 | 20.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE