Apresentação

Magro, moderno, Premium: conduzimos o novo Opel Astra

18 | 10 | 2015   17.38H

O Destak conheceu em primeira mão a nova geração do Opel Astra, mais pequeno e magro e que chega cá em novembro.

João Tomé | jtome@destak.pt

O modelos de automóveis costumam ter, de tempos em tempos, novas gerações, restylings ou atualizações.

A Opel enveredou pelo caminho da ‘revolução’ com a nova geração do Astra. O modelo que substituiu em 1992 o Kadett (desde 1936)_estreia uma nova plataforma e um novo caminho (estético e de eficiência) para a marca de origem alemã.

O Astra é o 1º modelo a integrar a estratégia Drive2022 e para isso o modelo que fomos conhecer a Bratislava, na Eslováquia, perdeu entre 120 a 200 kg de peso.

O_‘emagrecimento’ acontece com o uso de aços ultrarresistentes de baixo peso, mudança nos eixos para dar maior aerodinâmica (é o Astra mais aerodinâmico de sempre) e menos peso, mexidas nos motores e nos bancos (perderam 10 kg).

A nova estratégia inclui um chamado ‘downsizing’ global: não só de motores mas de tamanho. O_novo Astra perdeu centímetros em comprimento, largura e altura mas ganhou no espaço interior (a bagageira aumentou para 370 litros e é agora superior às do Ford Focus ou Mazda 3).

Se o design exterior parece-lhe dar maior personalidade, o mesmo acontece com o interior. Sóbrio, com menos botões (o anterior era confuso) e não falta um ecrã multimédia de 7” com o chamado CarPlay, da Apple (ao ligarmos um iPhone ele assume várias das aplicações do nosso smartphone – para Android ainda não está disponível).

Nos cerca de 150 quilómetros que fizémos no Astra ficámos surpreendidos com a solidez em andamento (perder peso não lhe tirou qualidades) e a agilidade nas curvas. Está mais divertido de conduzir. A ajudar tem uma série de novos opcionais habituais em segmentos superiores.

O serviço de assistência em viagem OnStar, por exemplo, no próximo ano vai incluir internet no veículo. Os novos faróis de matriz de LED IntelliLux são notáveis na hora de ter os máximos sempre ativos sem incomodar os outros.

A nova gama tem 10 versões em Portugal. De entrada há o motor a gasolina de três cilindros 1.0 Turbo de 105 cv (€20.970) e o 1.6 CDTI de 110 cv (€24.720). É oficial: há um novo Astra.

Foto: DR
Magro, moderno, Premium: conduzimos o novo Opel Astra | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE