Actualidade

Equipamento inédito para detetar matéria escura é inaugurado hoje em Itália

11 | 11 | 2015   06.09H

A colaboração internacional XENON, de que faz parte uma equipa de cientistas da Universidade de Coimbra (UC), inaugura hoje, em Itália, o XENON1T, equipamento com uma "sensibilidade sem precedentes" para a deteção da matéria escura.

É um facto científico a existência de cinco vezes mais matéria no universo do que a que é conhecida, mas "esta parcela dominante", denominada matéria escura, continua a ser uma "incógnita", afirmam os investigadores, que acreditam que este novo instrumento - "o mais sensível alguma vez produzido pela humanidade para este fim" - será fundamental para a sua deteção.

A matéria escura "é um dos ingredientes principais do universo. Cerca de cem mil destas partículas passam a cada segundo pela cabeça de um dos nossos dedos, mas, apesar da sua abundância, ainda não foram observadas por qualquer das dezenas de experiências que se têm feito por todo o mundo nas últimas décadas", disse à agência Lusa José Matias, coordenador da equipa portuguesa de investigadores envolvida no projeto.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE