Actualidade

Custos financeiros e sociais do crime económico em debate sábado no Porto

26 | 11 | 2015   16.06H

O crime económico e os seus custos financeiros e sociais, estimados em 120 mil milhões de euros na União Europeia, mas ainda por contabilizar em Portugal, estão no sábado em debate, no Porto, numa conferência sobre fraude e corrupção.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da comissão organizadora da conferência adiantou que o objetivo é "olhar para várias estimativas feitas por investigadores por esse mundo fora" - no evento intervirão participantes desde a Argentina à Austrália, passando por Portugal, França, Suíça ou Reino Unido - "para perceber a magnitude do fenómeno não apenas na economia portuguesa, mas também no contexto europeu".

"Em Portugal não há estimativas para os custos do crime económico. O que temos são estimativas parcelares e apenas a da corrupção está quantificada em termos de peso no PIB [Produto Interno Bruto], aproximando-se o seu custo dos 50 mil milhões de euros, uma fração muito assinalável do nosso PIB e muito acima da média da OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico]", disse Aurora Teixeira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE