PUBLICIDADE
Ator

Charlie Sheen está a pedir 10 milhões de dólares para escrever livro de memórias

03 | 12 | 2015   17.21H

Ator estará a pedir soma milionária para contar tudo sobre como lhe foi diagnosticado com o vírus da SIDA.

Destak | destak@destak.pt

Um livro de memórias poderá ser o próximo passo da carreira de Charlie Sheen, mas não será um livro barato.

Segundo a Page Six do New York Post, o ator de Dois Homens e Meio terá pedido 10 milhões de dólares (cerca de 9.5 milhões de euros) para escrever um livro sobre a sua vida, mais concretamente sobre como foi diagnosticado com o vírus da SIDA.

No entanto, a ideia não parece estar a agradar aos editores, devido ao preço exorbitante pedido por Sheen. «Quanto Charlie protagonizou a série Dois Homens e Meio era uma comédia divertida, mas a ideia dos 10 milhões ainda tem mais piada», revelou um editor norte-americano, que preferiu ficar no anonimato. «Uma grande parte da sua vida já é do conhecimento do público e existe excesso de informação», revela o editor, que deixa também a pergunta «O que falta contar?».

Recorde-se que Sheen, de 50 anos, confirmou que era portador do vírus numa entrevista com Matt Lauer, no Today Show, no último mês.

Depois de vários rumores de que o ator estaria «enterrado com ofertas» para lançar um livro de memórias, foi agora revelado que estará a pedir milhões para esse livro.

Este é um volte-face para Charlie Sheen que terá, alegadamente, gasto milhões durante vários anos para impedir que fosse conhecido do público que tinha contraído a doença.

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Charlie Sheen está a pedir 10 milhões de dólares para escrever livro de memórias | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE