PUBLICIDADE
Actualidade

João Soares defende em Sintra valorização do património para afirmação económica

06 | 12 | 2015   19.03H

O ministro da Cultura defendeu hoje em Sintra, nos 20 anos da classificação da vila pela UNESCO, a cooperação com as autarquias e a sociedade civil para valorizar o património cultural como marca da identidade histórica e afirmação económica.

"Penso que é possível fazer um trabalho de cooperação com as autarquias e com a sociedade civil, com os agentes económicos, nomeadamente ao nível da hotelaria, do turismo e de outras áreas, para valorizar o nosso património cultural como uma das marcas da nossa identidade histórica e da nossa afirmação num plano de economias cada vez mais competitivas", afirmou João Soares.

O ministro, que falava à Lusa no âmbito das comemorações dos 20 anos da classificação da Paisagem Cultural de Sintra como Património Mundial, explicou que pretendeu "celebrar uma data importante, do ponto de vista daquilo que tem de ser a conservação e a preservação" do património histórico, e sublinhou que "Sintra é um dos símbolos maiores do património histórico de Portugal".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE