PUBLICIDADE
Actualidade

Presidente da Costa do Marfim deve privilegiar problema dos direitos humanos - ONG

08 | 12 | 2015   05.47H

O segundo mandato do Presidente costa-marfinense Alassane Ouattara deve privilegiar os "profundos desafios relativos aos direitos humanos", para evitar que a luta pela sua sucessão mergulhe o país na violência, advertiu hoje a Human Rights Watch (HRW).

"Se Ouattara não conseguir atacar os desafios relativos aos direitos humanos que não resolveu durante o seu primeiro mandato, a luta pela sua sucessão poderá, mais uma vez, ameaçar a paz sobre a qual se construiu a restauração na Costa do Marfim", declarou a organização no seu mais recente relatório.

No início de novembro, Alassane Ouattara, foi investido como Presidente da Costa do Marfim para um mandato de cinco anos, depois de ter sido reeleito à primeira volta nas presidenciais de 25 de outubro, em eleições pacíficas e credíveis que foram consideradas fundamentais para virar a página da violência que se seguiu à sua vitória em 2010, quando derrotou o seu antecessor, Laurent Gbagbo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE