PUBLICIDADE
Lista

Quercus elege poluição no Tejo como pior facto ambiental de 2015

28 | 12 | 2015   18.27H

A associação ecologista Quercus elegeu a poluição no rio Tejo como um dos piores factos ambientais de 2015 e a legislação que penaliza o consumo de sacos de plástico como um dos melhores.

A lista foi hoje divulgada, em comunicado, com a Quercus a esperar, nas perspetivas ambientais para 2016, que os municípios optem mais por métodos não químicos, alternativos aos herbicidas, para combater plantas infestantes e que o Estado invista mais na educação e sensibilização ambiental para as áreas protegidas.

A associação alerta para os "recorrentes episódios de poluição" no rio Tejo, que fazem com que se "apresente, ano após ano, mais degradado e ameaçado", tendo sido "detetadas barreiras que impedem a migração" de peixes.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: Luís Aniceto
Quercus elege poluição no Tejo como pior facto ambiental de 2015 | © Luís Aniceto

1 comentário

  • Desde que o Marcelo se lançou às águas para ganhar a CML, o Tejo nunca mais se endireitou. Agora não se esqueçam, coloquem o papagaia em Belém e nem os pastéis se poderão tragar.
    Lexívia | 28.12.2015 | 19.21Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE