Actualidade

Organização dos Estados Americanos pede para não se distorcer voz do povo venezuelano

31 | 12 | 2015   05.48H

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, aproveitou a mensagem de fim de ano para pedir que "ninguém distorça a voz do povo" venezuelano, após o resultado das eleições realizadas no início do mês.

Almagro felicitou todos os países que elegeram novos governos e parlamentos nas urnas este ano, fazendo uma referência especial à Venezuela, pedindo para que não se distorça a "sua expressão mais genuína" - que são os resultados eleitorais - com estratagemas de legalidade duvidosa nem reclamando decisões viciadas de parcialidade a organismos para a ocasião".

"Que não se apele à prepotência tão pouco, mas antes que haja diálogo e paz, e que o direito a denunciar irregularidades não se sustenha na parcialidade de órgãos com novos membros de reconhecida filiação política ou partidária", afirmou o secretário-geral da OEA, numa mensagem de tom duro para o governo do Presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE