Actualidade

Saneamento financeiro de Gaia com empréstimo de 32ME e menos 120 trabalhadores

07 | 01 | 2016   07.27H

O processo de saneamento financeiro do município de Gaia prevê um empréstimo de 31,8 milhões de euros para fazer face ao passivo de 193 milhões e a extinção de 121 postos de trabalho, revelam documentos municipais.

Segundo a proposta de plano de saneamento financeiro, a que hoje a Lusa teve acesso, para recuperar o equilíbrio financeiro, a câmara de Gaia terá de contrair um empréstimo bancário e ficará sujeita a um conjunto de medidas vigentes durante os próximos 14 anos e orientadas para a eficiência organizacional, a redução de despesa e o aumento da receita.

O documento, que será analisado na próxima reunião de câmara, explicita uma medida de redução de 6% do número de atuais colaboradores no município (121 até ao ano de 2029) o que permitirá uma poupança acumulada de 5,3 milhões de euros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • A brilhante herança dos PSD's que andam por aí, juntamente com o Sócrates, sem serem incomodados pelo que roubaram. Entretanto ontem, em VNG, um mastim policial saltava todo contente o gradeamento de um estaleiro, para partir o cadeado com que os trabalhadores, com salários em atraso, tentavam impedir a saída dos equipamentos. Hão-de ser vendidos e o dinheiro vai desaparecer. No fim da cadeia de lesados lá aparecerão eles, mas já nada haverá para os ressarcir. Para defender o capitalismo e os ladrões é que existem as forças de repressão policial. Muito nojo me dá, quando as pessoas acham que eles servem para as defenderem. Casos como estes são às centenas, mas como diz alguém: é mais fácil enganar as pessoas que fazê-las crer que foram enganadas.
    Bela cleptocracia esta em que vivemos | 07.01.2016 | 10.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE