Actualidade

Soares defende que Livraria Lello é exemplo da Cultura como "motor" de desenvolvimento

13 | 01 | 2016   12.33H

O ministro da Cultura, João Soares, disse hoje no Porto que a Cultura pode ser motor de desenvolvimento e afirmação no plano comercial para Portugal e apontou a histórica Livraria Lello como bom exemplo.

"A Livraria Lello é também uma prova de que a Cultura tem mercado e tem um espaço de afirmação no plano comercial para o país, mas sobretudo de que a Cultura pode ser um motor para o desenvolvimento", declarou aos jornalistas João Soares, depois de ter aberto as portas da Livraria Lello, espaço que está a festejar hoje o 110.º aniversário.

Em declarações à Lusa, o ministro disse que muito provavelmente iria comprar um livro de Fernando Pessoa, por ser o autor que está no top de vendas da Livraria Lello.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • A Livraria Lello sempre foi um ícone da Cidade do Porto e da Cidade de Luanda pois era onde todas as Livrarias de Angola encomendavam os seus livros escolares .Um Bem haja e que continue " Grande " na Cultura da Nação!.
    manuelsilva | 13.04.2016 | 10.26Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A Livraria Lello é uma referência na Cidade do Porto e não só pois eu vim de Angola e, também lá era uma referência pois era a 1ª a ter os nossos Livros escolares. Que saudades. Acho muito bem que seja estimada e acarinhada pelos Portuenses e que nunca desapareça como tem acontecido com edifícios com outros edidícios emblemáticos. Um bem haja à Cidade do Porto de possuir u tamanha relíquia!.
    Manuel Silva | 01.03.2016 | 10.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Para desviarem mais uns milhôes como os teus comparsas o tem feito para esta manada de corruptos é o ideal basta ver o passado recente com estas coisas da cultura em Guimarães ! Os Portugueses nâo sâo todos parvos
    lisboeta | 13.01.2016 | 18.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE