Presidenciais

Edgar Silva defende uma outra Europa, laica, e a atual Constituição

17 | 01 | 2016   19.11H

O candidato presidencial comunista, Edgar Silva, defendeu hoje uma outra Europa, laica, multicultural, solidária, com Portugal na linha da frente da cooperação internacional pelo desarmamento e o respeito escrupuloso pela atual Constituição da República, e por "nenhuma outra".

"Esta é a candidatura dos que querem edificar uma Europa outra. Alguns tentam fazer crer que o nosso projeto tem uma qualquer reserva contra a Europa e vê em Portugal um isolacionismo que nada tem a ver com a nossa candidatura", esclareceu o ex-padre madeirense, no maior comício até agora da sua "corrida" ao Palácio de Belém, na antiga FIL, em Lisboa.

Segundo o dirigente do PCP, o partido distingue-se porque quer "a edificação de uma Europa outra, das ideias, das culturas multiformes, a Europa laica e da laicidade do Estado, da secularização, da tolerância, da pluralidade, da busca das mais amplas liberdades e de uma exigente edificação de uma avançada vivência democrática".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: Miguel A. Lopes / LUSA
Edgar Silva defende uma outra Europa, laica, e a atual Constituição | © Miguel A. Lopes / LUSA

1 comentário

  • Para um ex-padre, não está mal: defender uma sociedade sem Deus! Foi assim na URSS, e elevaram Lenine à categoria de Deus...
    Cândido Morais | 17.01.2016 | 19.26Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE