Roc Nation

Rita Ora processada por não lançar novo disco

02 | 02 | 2016   16.08H

Editora discográfica detida por Jay Z acusa a cantora britânica de, alegadamente, ter quebrado o seu contrato, ao não lançar um segundo disco e quer processar Ora em 2.3 milhões de dólares (cerca de 2.1 milhões de euros)

Destak | destak@destak.pt

Foi uma das primeiras contratações para a editora discográfica de Jay-z, em 2008. Mas oito anos depois, a relação não está assim tão cordial. A Roc Nation está a processar a cantora britânica em 2.1 milhões de euros por uma alegada quebra de contrato de Ora, por não ter lançado um segundo álbum, o sucessor de Ora, de 2012.

Esta é a resposta da editora, depois da própria artista ter decidido processar a Roc Nation, por falta de investimento da editora na sua carreira.

Segundo a editora, a artista terá assinado um contrato de cinco álbuns, mas apenas lançou um, tendo sigo gastos os 2.1 milhões de euros em promoção do segundo disco de Ora, que nunca chegou a ser lançado oficialmente.

A Roc Nation diz, assim, que quer os dois milhões de volta e que não estão dispostos a deixar a artista livre de pena, por abandonar o contrato após sete anos (as leis de trabalho antigas da Califórnia afirmam que qualquer contrato pode ser abandonado após sete anos).

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Rita Ora processada por não lançar novo disco | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE