Turismo

Já conhece o Lisboa Passport?

17 | 02 | 2016   10.55H

O Lisboa Passport é um diário de viagem em que carimbos registam passagem por locais emblemáticos da cidade.

Vera Valadas Ferreira | vferreira@destak.pt

Nuno Martins andou pela Europa em interrail, em processo de balanço de vida, desempregado que estava ao fim de 10 anos de ser responsável informático de uma multinacional norte-americana que se transferiu para Espanha. Uma vez cá chegado, percebeu que, exceptuando as habituais fotografias, tinha poucas memórias físicas dos sítios por onde passara.

E foi esta a génese do Lisboa Passport, projeto ontem apresentado que fará as delícias dos turistas nesta capital cada vez mais na moda. O conceito combina o vulgar passaporte de viagem com o passaporte dos pavilhões da saudosa Expo’98. Por cada uma das 33 atrações visitadas –museus, monumentos e lojas de recordações – ganha-se direito a um carimbo diferenciado. Depois, é só completar com comentários próprios ou colagens, conforme a imaginação de cada um, em jeito de diário.

A conceção gráfica deste projecto – que conta com o apoio da Câmara de Lisboa – demorou seis meses. E o resultado, mesmo que sem carimbos, resulta numa prenda suficientemente apelativa. Há também os carimbos-experiência, alusivos a tradições ou hábitos lisboetas, como uma ida aos pastéis de Belém ou à estátua do Santo António que nos diz se o casamento está para breve num jogo de atirar uma moeda. Para breve está prometido o lançamento de mais carimbos, verdadeiras obras de arte.

Saiba mais sobre:
Foto: João Ferrão
Já conhece o Lisboa Passport? | © João Ferrão
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE