Conferência Episcopal

Cartaz do BE com imagem de Cristo "é uma afronta aos crentes"

26 | 02 | 2016   11.48H

O porta-voz da Conferência Episcopal, Manuel Barbosa, considerou hoje “uma afronta aos crentes” o uso de uma imagem de Jesus Cristo numa campanha do Bloco de Esquerda em defesa da adoção por casais homossexuais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

O porta-voz da Conferência Episcopal, Manuel Barbosa, considerou hoje “uma afronta aos crentes” o uso de uma imagem de Jesus Cristo numa campanha do Bloco de Esquerda em defesa da adoção por casais homossexuais.

De acordo com a imprensa de hoje, o BE vai colocar nas ruas um cartaz com a imagem de Jesus Cristo no qual se lê “Jesus também tinha 2 pais” e que pretende assinalar a data de 10 de fevereiro de 2016, dia em que o parlamento confirmou as leis vetadas no final de janeiro pelo Presidente da República, Cavaco Silva, sobre a adoção por casais homossexuais e as alterações à lei da Interrupção Voluntária da Gravidez.

Em declarações hoje à agência Lusa, Manuel Barbosa disse que o cartaz “afronta os crentes que seguem Jesus Cristo e os que são da igreja, naturalmente”.

“Deve haver respeito pela liberdade de expressão. Sabemos que esse respeito deve ser sempre um respeito mútuo. A liberdade implica sempre relação e corresponsabilidade e, este respeito mútuo, não sei se estará presente no anúncio deste cartaz”, sublinhou.

No entender do porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, o cartaz do BE é “uma analogia sem sentido”.

“Essa dos pais espirituais é abusiva. Penso que há um certo aproveitamento, num período em que na igreja se está a viver um tempo forte de Quaresma, depois a Páscoa e o Ano da Misericórdia. Não sei se é coincidência ou se é propositado”, argumentou.

Manuel Barbosa disse que o cartaz “vale o que vale”, realçando que “há coisas mais importantes”.

“É de lamentar que não se tenha em atenção as convicções de quem segue Jesus Cristo, mesmo que este cartaz já tenha sido feito noutros países. É uma cópia de muito mau gosto”, sustentou.

O responsável disse ainda esperar que o cartaz “não seja motivo para desviar a atenção em relação aos problemas da vida das pessoas”.

De acordo com o jornal Público de hoje, o cartaz “é apenas uma das peças de uma campanha do BE que inclui ainda um ‘outdoor’, no qual se lê a palavra ‘Igualdade’, acompanhada de desenhos que representam diferentes tipos de famílias”.

O Público avança também que haverá ainda autocolantes e uma sessão pública para discutir o tema.

A deputada do BE, Sandra Cunha, disse ao Público que a ideia do cartaz com a imagem de Jesus Cristo não pretende ofender nem a igreja nem a religião, tratando-se apenas de “mostrar às pessoas que sempre existiram famílias diferentes e que essa não é uma realidade nova nem recente.

“Os dois pais a que se refere o cartaz são, segundo a deputada, “o pai espiritual e o pai terreno de Jesus Cristo”.

A Agência Lusa tentou contactar vários responsáveis do Bloco de Esquerda mas, até ao momento, não foi possível.

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Cartaz do BE com imagem de Cristo "é uma afronta aos crentes" | © DR

4 comentários

  • O Bloco de esquerda há muito que nos surpreende pela negativa e neste caso de que: " Jesus Cristo também tinha dois Pais " e faz precisamente o anúncio num autodoors.Acho que só pode ser uma brincadeira de muito mau gosto; pois também posso dizer que aquilo que querem dizer é que defendem os " Homossexuais serem Pais ", eu por exemplo não concordo mínimamente e até acho que é " contra natura ". Foi uma mensagem extremamente violenta pois quiseram atingir a Igreja Católica, sendo isso uma aberração daquelas que não podem ser exercitadas como tal!. Deve haver respeito pela Liberdade de expressão ...sim mas a Liberdade implica responsabilidade e alguma ética e é isso que não se passou na feitura do autodoors. Infelizmente os Políticos da nossa Praça e em especial os mencionados acima, afrontam os crentes que seguem Jesus Cristo e os que são da igreja. Haja algum pudor e alguma ética!.
    Manuel Silva | 26.02.2016 | 15.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Para mim é Tinto e de preferência de qualidade. Penso que o personagem em causa, era mais do tipo disto que, o BE pretende instituir como norma. O catolicismo ou lá como se chama a religião em causa, já devia ter esclarecido a questão da paternidade e da virgindade. Se apoio o BE? não. Sou alérgico a homossexuais. Se apoio a Igreja? não sou alérgico a direitistas que apoiam os governos, do PPD-cds. Sou adepto da Revolução com um R e do tratamento dado em França à escumalha do Antigo-Regime.
    Entendam-se | 26.02.2016 | 13.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Como escreveu Dostoievski "para quem não acredita em Deus tudo é legítimo". Como se sentem os católicos que votaram no PS, PCP ou BE?! E os que se abstiveram, facilitando a subida ao poder das "forças demoníacas"?!
    Cândido Morais | 26.02.2016 | 12.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Gente tonta,banir a homossexualidade!
    Cliente | 26.02.2016 | 12.03Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE