Estreia

Abrir o Livro da Selva ao mundo (outra vez)

14 | 04 | 2016   16.29H

O Livro da Selva traz de volta ao cinema os valores que inspiraram várias gerações usando imagem real e CGI. O jovem Neel Sethi é uma boa surpresa como Mogli e Bill Murray dá a voz ao divertido urso Baloo.

João Tomé | jtome@destak.pt

A coleção de contos (de 1894) é do autor britânico Rudyard Kipling; a readaptação ao cinema quase 50 anos depois da popular animação da Disney é de Jon Favreau (o ator e realizador que depois de ter dirigido Homem de Ferro, entre outros, experimenta outros tipos de filme); mas a história original é universal e mantém-se tão atual e humana quanto era em 1894, quando os contos foram lançados.

Usando com mestria – do melhor que já vimos no cinema – animação CGI (mais usada para representar os animais falantes) combinada na perfeição com cenários reais e atores reais, acompanhamos Mogli (bela interpretação do indiano-americano Neel Sethi, escolhido entre duas mil crianças).

Este humano abandonado na selva ainda bebé foi resgatado pela pantera Baguera (voz de Ben Kingsley) e criado como membro de uma alcateia de lobos falantes onde é acarinhado pelo mãe loba (a voz suave de Lupita Nyong'o).

Ainda criança tem dificuldades para se sentir aceite por todos os animais da selva - é inclusive olhado de lado. Mogli é obrigado a crescer e fugir quando o temível tigre Shere Khan (voz de Idris Elba) o descobre e quer eliminar só por ser humano.

Ajudado por Baguera ele tem de fugir da selva em busca do ‘terra dos homens’. É nessa viagem que consegue fugir às mandíbulas da traiçoeira cobra Kaa (voz Scarlet Johansson) e conhece o divertido, pachorrento e necessitado de mel, urso Baloo. Bill Murray empresta a voz e a sua comédia carismática ao urso gigante que se torna amigo de Mogli - uma personagem memorável, divertida e carinhosa.

É nesta aventura que Mogli aprende que ser diferente dos outros pode ter vantagens.

Do elenco de vozes faz ainda parte o gigante rei dos macacos 'Christopher Walken', que dá ao filme o seu momento 'musical'.

Esta viagem incrível e inspiradora, capaz de cativar pessoas (e até eventualmente animais) de todas as idades, funciona muito bem em 3D e em IMAX e mostra que a Disney está a conseguir evoluir no caminho certo.

Não é por acaso que o livro original é usado há várias décadas como história motivacional para os jovens escuteiros (Lobitos) de vários países, inclusive Portugal.

TAMBÉM ESTREIA

comédia
‘A Chefe’
Melissa McCarthy volta a protagonizar uma comédia, desta vez ela é Michelle, uma mulher de grande fortuna e feitio irascível habituada a mandar em todos que acaba por ser presa por corrupção. Depois de sair tenta reconquistar o poder e fortuna mas tudo corre mal.

thriller
‘Criminoso’
Num último esforço para impedir um plano diabólico, a CIA_coloca a memória de um agente morto em serviço (Ryan Reynolds) num psicopata condenado à morte (Kevin Costner). A sua mente pode salvar milhares mas o seu lado imprevisível mantém-se. Com Gary Oldman.

drama/biografia
‘Os 33’ mineiros
Esta é a história verídica e que impressionou o mundo em 2010: um desabamento de terra soterrou a única saída da mina de San José, no Chile e aprisionou por 69 dias 33 trabalhadores. Antonio Banderas, Rodrigo Santoro, Juliette Binoche fazem parte do elenco.

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Abrir o Livro da Selva ao mundo (outra vez) | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE