PUBLICIDADE
Actualidade

Mais de 120 mil pessoas continuam deslocadas após sismos no sul do Japão

19 | 04 | 2016   04.23H

Mais de 120 mil pessoas continuam deslocadas nas prefeituras de Kumamoto e Oita, na ilha japonesa de Kyushu, devido aos dois sismos que atingiram a zona semana passada e que causaram pelo menos 44 mortos.

Cerca de 125 mil pessoas em Kumamoto e outras 3.500 em Oita continuam a dormir em edifícios municipais, escolas ou até parques de estacionamento, devido aos tremores, segundo informa hoje a emissora pública de televisão NHK.

O primeiro sismo, de magnitude 6,5, atingiu a zona na noite de quinta-feira, enquanto outro de 7,3 aconteceu no sábado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE