Porto

CDU acusa Rui Moreira de "difamação" e pouco "sentido democrático"

12 | 05 | 2016   17.17H

A CDU acusou hoje o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, de "difamação", "falta de sentido democrático", "ataque à comunicação social" e conivência "com eventual extorsão de dinheiro" por causa de um comunicado sobre a concessão de estacionamento.

"Se o comité central do PCP tivesse feito isto, ai do que aconteceria neste país! Cairia certamente, não o Carmo e a Trindade, mas a Torre dos Clérigos. É isto que me surpreende, porque conheço Rui Moreira há muitos anos e tenho com ele uma relação pessoal que quero preservar. Não faziam parte dessa relação coisas desta natureza, quer no que diz respeito aos órgãos de comunicação social quer às difamações e ofensas políticas gratuitas e infundamentadas", afirmou Honório Novo, deputado da CDU na Assembleia Municipal (AM) do Porto, em conferência de imprensa.

Culpando a Câmara por "colaborar com uma possível extorsão ilegal" da concessionária do estacionamento no Porto, o comunista reagia a um comunicado em que a autarquia criticava a CDU por estar "contra a cidade do Porto" relativamente a um assunto já esclarecido pelo autarca, "como bem sabe o PCP e os órgãos de comunicação social que lhe dão ouvidos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE