Estudo

Jovens viciados no Facebook com níveis de saúde mental preocupantes

14 | 07 | 2016   11.54H

Um estudo sobre a adição ao Facebook em Portugal revela que os jovens com este problema apresentam níveis de saúde mental e de bem-estar psicológico "preocupantes e significativamente piores" do que os utilizadores regulares.

Segundo o estudo, coordenado pelo investigador português Halley Pontes, da Nothingham Trent University, no Reino Unido, "a adição ao Facebook está associada a maior preferência para interação social online e níveis elevados de sintomas depressivos, ansiedade patológica e stress".

A investigação, publicada no 'International Journal of Mental Health and Addiction', decorreu em maio e junho de 2015 e envolveu uma amostra de 547 jovens estudantes portugueses do 2º e 3º ciclo do ensino básico.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: DR
Jovens viciados no Facebook com níveis de saúde mental preocupantes | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE