festival

Vilar de Mouros mítico

12 | 08 | 2016   13.11H

Há quem diga que é o pai dos festivais portugueses, já que a primeira edição recua até agosto de 1965.

Filipa Estrela | festrela@destak.pt

Depois de várias pausas, desafios e renovações, o Vilar de Mouros regressa para mais uma etapa, na pacata aldeia homónima. Nos dias 25, 26 e 27 de agosto, o icónico festival volta a abrir as portas a artistas emblemáticos, para fazer o público vibrar com a (boa) música.

A abrir as hostes no primeiro dia conte com Peter Murphy (na foto), António Zambujo, Legendary Tigerman, Happy Mondays, Peter Hook e Manuel Fúria e os Náufragos.
No dia seguinte, vão subir ao palco OMD (Orchestral Manoeuvres in the Dark), David Fonseca, Echo & the Bunnymen, Milky Chance, Linda Martini e Neev.

Para o último dia ficam reservados os concertos de Blasted Mechanism, Waterboys, Tindersticks, Bombino, Tiago Bettencourt e Samuel Úria.

Razões não faltam para (re)visitar este festival cheio de identidade, que está de volta graças ao contrato de seis edições, entre a Câmara de Caminha, Surprise & Expectation e a Junta de Vilar de Mouros. Espera-se agora que encontre finalmente a estabilidade que o mais antigo festival nacional necessita para continuar a fazer história.

 Preço: €50 (passe de três dias); €25 (bilhete diário)

Saiba mais sobre:
Foto: Mariline Alves
Vilar de Mouros mítico | © Mariline Alves
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE