Crime

Número de mineiros acusados pelo assassínio de vice-ministro boliviano sobe para nove

29 | 08 | 2016   03.54H

Um tribunal boliviano ordenou, na noite de domingo, a detenção de mais três mineiros acusados de assassinar o vice-ministro do Interior, Rodolfo Illanes, elevando o total de acusados para nove.

O Ministério Público indicou, em comunicado, que o mineiro Agustín Choque ficará detido na prisão de alta segurança Chonchocoro, e que Clemente Colque e Paulino Layme vão para a prisão de Patacamaya.

Os mineiros são acusados de assassínio, roubo agravado, organização criminal, posse ilícita de explosivos e de atentados contra membros de organismos de segurança do Estado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE