China

Regulador anuncia novas regras para limitar empresas financeiras 'online'

29 | 08 | 2016   05.16H

As autoridades chinesas anunciaram novas regras para as plataformas 'online' que disponibilizam serviços financeiros, proibindo-as de servir de intermediárias de crédito, após consecutivas fraudes terem abalado o setor na segunda maior economia do mundo.

Os regulamentos ditados pela Comissão Reguladora do Sistema Bancário da China (CBRC, na sigla inglesa) determinam que estas plataformas podem apenas servir como "intermediárias de informação, em vez de intermediárias de crédito".

As medidas, citadas pela imprensa oficial, proíbem as empresas que facilitam empréstimos entre pessoas (P2P, na sigla em inglês) de dar garantias "implícitas" sobre os seus investimentos e exige que designem um banco como depositário do dinheiro dos investidores.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE