Lisboa

Exposição com obras em reserva do Museu de Arte Antiga prolongada até outubro

15 | 09 | 2016   17.09H

A exposição "Obras em reserva. O museu que não se vê", no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), vista por mais de 68 mil pessoas, será prolongada até 09 de outubro, anunciou hoje aquela entidade, em Lisboa.

De acordo com fonte do MNAA, a exposição, inaugurada a 18 de maio, recebeu 68.429 pessoas até 11 de setembro, e, "devido ao enorme sucesso" de público, o museu decidiu adiar o seu encerramento, previsto para 25 de setembro.

A mostra reúne 314 peças de pintura, iluminura, escultura, desenho, gravura, cerâmica, livros, têxteis, vidros, ourivesaria, artes decorativas, mobiliário, entre outras, que, pelos constrangimentos físicos do edifício onde está instalado o museu, não fazem parte da exposição permanente.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE