PUBLICIDADE
Actualidade

FMI vê como preocupante reduzido crescimento económico de Angola e alta inflação

03 | 11 | 2016   13.32H

O chefe da missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) para Angola vê como "preocupante" o reduzido crescimento da economia angolana e o nível da inflação no país, que está nos 40 por cento ao ano.

A posição foi transmitida aos jornalistas por Ricardo Velloso, cuja missão do Fundo que lidera iniciou hoje, em Luanda, reuniões com o Governo angolano e administração de várias empresas públicas, a decorrerem até 17 de novembro, ao abrigo dos contactos bilaterais anuais (Artigo IV).

O economista brasileiro classificou como preocupantes os atuais níveis de crescimento económico do país - previsão do Governo de 1,1% em 2016 e 2,1% em 2017 -, assegurando que esta missão do FMI vai trabalhar com as autoridades angolanas para que "volte a acelerar-se".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE