Actualidade

VianaPolis pede mais um ano para demolir prédio Coutinho e vender ativos

04 | 11 | 2016   10.37H

A VianaPolis pediu ao Estado, detentor da maioria do capital da sociedade, o prolongamento da atividade por mais um ano para demolir o prédio Coutinho, disse hoje à Lusa o presidente da Câmara.

Segundo o socialista José Maria Costa, a prorrogação da vida daquela sociedade até 31 de dezembro de 2017, foi solicitada aos Ministérios do Ambiente e Finanças que detêm 60% do capital social da sociedade, mantendo inalterado o seu objeto social, a demolição do prédio Coutinho, travada há 16 anos por processos judiciais movidos pelos moradores no edifício Jardim.

Com 13 andares, o edifício, conhecido como "Prédio Coutinho", situado em pleno centro histórico da cidade, tem demolição prevista desde 2000, ao abrigo do programa Polis, para ali ser construído o novo mercado municipal.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE