Ranking

Os líderes na generosidade... e Portugal não é um deles

04 | 11 | 2016   13.00H

Mianmar é o país mais generoso do mundo. A China ocupa a última posição na lista e Portugal fica-se pelo 90º lugar.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

É o único estudo que quantifica o grau de generosidade de 140 países em todo o mundo. E, este ano, o CAF World Giving Index, da organização britânica Charities Aid Foundation, tem boas notícias: pela primeira vez, mais de metade de todos os inquiridos confirmaram ter ajudado um estranho, um dos três critérios avaliados, juntamente com a doação de dinheiro para uma boa causa e o trabalho voluntário.

Mianmar destaca-se como o país mais generoso do mundo. E isto pela terceira vez consecutiva. Ao seu lado no pódio tem os EUA (2º classificado) e a Austrália (3º). No braço oposto da balança encontra-se a China, com o epíteto de menos generosos, seguidos dos territórios palestinianos e do Iémen.

Portugal não consegue melhor que o 90º posto, embora suba ao 78º lugar quando se avalia a ajuda a estranhos. As coisas complicam-se quando se trata de doar dinheiro – caímos para o 95º lugar – e voltamos a melhorar, mas pouco, quando se fala em voluntariado (90º).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE