Faculdade de Medicina

É a brincar que o Hospital dos Pequeninos ajuda a combater o medo da bata branca

23 | 11 | 2016   11.37H
Apesar de o medo da bata branca ainda ser muito comum entre os mais pequenos, a verdade é que fazer de conta que se é médico continua a ser uma das brincadeiras mais interessantes aos olhos das crianças.
Patrícia Susano Ferreira | pferreira@destak.pt
E é com o objetivo de as informar e ensinar a serem mais saudáveis e a perderem o medo dos profissionais de saúde que os alunos de medicina, farmácia, enfermagem, ciências da saúde e medicina dentária realizam a XV edição do Hospital dos Pequeninos que decorre até sexta-feira na cantina da ação social da Universidade de Lisboa e que abrange 2.300 crianças entre os 3 e os 7 anos. «Esta é uma oportunidade dos estudantes trabalharem as suas capacidades de comunicação com crianças, mas também de tirar os medos que os mais pequenos têm de ir ao hospital e ao dentista», explica ao Destak a aluna de medicina, Mariana Dias. Cabeças e pernas partidas, dores de barriga por terem comido muitos doces e gripes são as queixas mais comuns dos “bonecos”. No entanto, quando há mais notícias sobre uma epidemia ou doenças na família, surgem casos de ébola ou de mononucleose...
Saiba mais sobre:
Foto: Patrícia Susano Ferreira/Destak
É a brincar que o Hospital dos Pequeninos ajuda a combater o medo da bata branca | © Patrícia Susano Ferreira/Destak
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE