PUBLICIDADE
Sintra

Espaços verdes mantidos por pessoas com deficiências mentais

06 | 05 | 2009   19.44H

A autarquia de Sintra renovou hoje um protocolo com a cooperativa de solidariedade social Centro de Educação para o Cidadão Deficiente de Mira Sintra(CECD-Mira Sintra), que prevê a criação de 12 postos de trabalho permanentes, 9 deles para pessoas deficientes mentais, para intervencionar os espaços verdes da Volta do Duche.

Quatro jovens do CECD-Mira Sintra trabalharam durante dois anos a recuperação destes espaços e, com a assinatura deste protocolo, a cooperativa tem a oportunidade de aplicar mais recursos humanos, desta feita na manutenção dos locais entretanto recuperados.

Com um custo de 100 mil euros o protocolo prevê, além da manutenção dos espaços, a plantação de seis mil plantas e a construção de um jardim de aromas, numa área total de 28.390 metros quadrados.

Segundo Cármen Duarte, da CECD-Mira Sintra, este protocolo é de extrema importância uma vez que permite empregar mais alguns dos jovens que se encontram na estrutura Centro de Emprego Protegido da cooperativa.

«Dá emprego a pessoas com deficiências mentais que já estão a desenvolver um trabalho reconhecido na recuperação e manutenção dos espaços verdes do centro histórico de Sintra», disse.

«Tendo em consideração que estamos a viver um tempo de crise económica e que se fala tanto de desemprego, este protocolo é um exemplo de boas práticas que permite que pessoas, que na nossa sociedade são entendidas como mais frágeis, possam também ter um emprego», sublinhou.

Presente na assinatura do protocolo, o vice-presidente da autarquia de Sintra, e vereador com o pelouro da Acção Social, Marco Almeida disse à agência Lusa que este é um acordo que tem uma dupla valência.

«Por um lado descentralizamos competências na área da manutenção dos espaços verdes e por outro permitimos a criação de emprego protegido, numa área que é sensível e onde as oportunidades de emprego são muito difíceis», disse.

Segundo o vereador esta é uma cooperação que, além da manutenção dos espaços verdes no centro histórico de Sintra, se vai desenvolver a outros locais do concelho, como já acontece na freguesia de Agualva.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE