Incêndio

Autoridades norte-americanas investigavam edifício onde morreram nove pessoas

03 | 12 | 2016   23.37H

A cidade de Oakland, na costa oeste dos Estados Unidos, tinha começado a investigar há quase três semanas se pessoas residiam ilegalmente num armazém destruído por um incêndio na sexta-feira à noite, que causou nove mortos.

Darin Ranelletti, do departamento de planeamento da câmara de Oakland, no estado da Califórnia, afirmou que os serviços tinham recebido informações sobre pessoas que alegadamente estavam a viver ilegalmente no edifício, que só tem autorização para funcionar como armazém.

A investigação foi aberta a 13 de novembro e, quatro dias depois, um investigador foi ao local, mas não conseguiu entrar no interior do edifício.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE