CGD

PSD quer ouvir presidente demissionário e ministro na comissão de inquérito

07 | 12 | 2016   18.58H

O PSD vai requerer a audição do presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos e do ministro das Finanças à comissão parlamentar de inquérito à gestão do banco público, para explicarem a demissão da administração liderada por António Domingues.

"Nós vamos aceitar a sugestão do primeiro-ministro e vamos chamar à comissão parlamentar de inquérito sobre a gestão da Caixa Geral de Depósitos o doutor António Domingues e o ministro das Finanças, Mário Centeno, para termos uma explicação cabal da razão que está subjacente a esta demissão e que ficou muito mal explicada e foi mesmo embaraçosa para o próprio primeiro-ministro e ele assumiu-o", anunciou o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, em declarações aos jornalistas no parlamento.

Esta tarde, durante o debate quinzenal no parlamento, o primeiro-ministro tinha admitido que a administração da Caixa se demitiu porque entendeu que a lei aprovada pelo parlamento para reforçar a obrigação da entrega das declarações de rendimento lhes diminuía as condições para o exercício de funções.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE