Estudo

Simpatia feminina no trabalho não compensa

11 | 12 | 2016   14.56H

Ser mulher já significa ganhar menos que os homens, mas ser mulher e ser simpática no trabalho, significa ainda mais.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

Que as mulheres ganham, em média, menos do que os homens, e isto mesmo quando ocupam cargos semelhantes, não é grande novidade. O que um estudo recente vem agora revelar é que a simpatia feminina no trabalho não compensa. Isto porque as trabalhadoras que tentam ser agradáveis ganham menos não só do que os homens, mas também do que as colegas do mesmo sexo.

Segundo as conclusões de um trabalho realizado por uma equipa de investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, publicado na revista The European Journal of Work and Organizational Psychology, as mulheres mais dominantes e assertivas, que partilham as suas expectativas e não recuam nas suas exigências são melhores compensadas do que aquelas preferem o comodismo.

«Constatámos que as mulheres são consistente e objetivamente prejudicadas pelo seu status, o que significa que investem mais do que recebem. E são menos compensadas que os colegas masculinos», lê-se no trabalho.

Foto: DR
Simpatia feminina no trabalho não compensa | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE