Actualidade

Mão-de-obra importada de Macau volta a cair em novembro

28 | 12 | 2016   04.16H

A mão-de-obra importada de Macau voltou a diminuir em novembro, em termos anuais homólogos, fixando-se em 177.897 trabalhadores, menos 2,38%, no final do mês passado.

De acordo com dados da Polícia de Segurança Pública (PSP), disponíveis no portal da Direção para os Assuntos Laborais, os Trabalhadores Não residentes (TNR) de Macau eram menos 4.349 do que em novembro de 2015.

Em novembro, a China continuou a ser a principal fonte de mão-de-obra importada de Macau, com 113.529 trabalhadores, seguida das Filipinas (26.565) e do Vietname (14.859).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE