Actualidade

China está a comprar menos petróleo a Angola

11 | 01 | 2017   12.23H

A China manteve o primeiro lugar entre os destinos das exportações angolanas no segundo trimestre de 2016, mas continua a comprar menos petróleo a Angola, descendo para 35 por cento do total.

De acordo com um documento estatístico do comércio externo do segundo trimestre, do Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano, libertado apenas este mês e ao qual a Lusa teve hoje acesso, a China fez compras a Angola - essencialmente petróleo - de 432,5 mil milhões de kwanzas (2,4 mil milhões de euros).

Trata-se de uma quebra de quase 1% face ao trimestre anterior e menos 12,1% tendo em conta o mesmo período mas de 2015.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE