Actualidade

Autoridade Tributária e Aduaneira apreende 269 mil cigarros e 48 toneladas de folha de tabaco

11 | 01 | 2017   15.36H

A Autoridade Tributária e Aduaneira anunciou hoje ter apreendido quase 269 mil cigarros e 48 toneladas de folha de tabaco cuja introdução ilícita no mercado português resultaria numa fuga aos impostos superior a 10 milhões de euros.

Em comunicado, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) refere que os 268.820 cigarros de várias marcas apreendidos na sexta-feira pela Alfândega do Aeroporto de Lisboa representam "uma dívida potencial de 45.369 mil euros, a título de direitos aduaneiros, Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e imposto sobre o tabaco".

Segundo explica, a deteção deste "tráfego ilícito de tabaco" resultou na detenção de cinco pessoas de nacionalidade arménia que transportavam os cigarros em bagagem de porão num voo proveniente de Moscovo. Ainda identificadas foram duas outras pessoas "que se encontravam na área pública do Aeroporto Humberto Delgado a aguardar a saída dos passageiros".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE