Actualidade

Restauro de mosteiro em Coimbra inundado há um ano começa no início do verão

11 | 01 | 2017   15.46H

As obras de restauro do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, que sofreu duas inundações no início de 2016, deverão começar no princípio do verão, disse hoje a diretora Regional de Cultura do Centro, Celeste Amaro.

A instalação elétrica, que foi fortemente atingida pela invasão das águas do Mondego, nas cheias de janeiro e fevereiro de 2016, será uma das áreas a merecer intervenção prioritária, adiantou Celeste Amaro, que falava hoje, no Mosteiro, numa sessão de apresentação do plano das obras e de lançamento do livro 'Santa Clara-a-Velha de Coimbra - Singular Mosteiro Mendicante', de Francisco Pato Macedo.

Também a conclusão da cerca do Mosteiro e reabilitação de parte desse muro medieval, igualmente afetado pelas inundações, são prioritárias, sublinhou a responsável, recordando que hoje se completa precisamente um ano sobre a primeira das duas inundações que danificaram o monumento propriamente dito e todo o equipamento museológico.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE