Actualidade

Países pobres podem ficar sem peixe para comer em 2050, diz relatório da WWF

11 | 01 | 2017   19.14H

Em pouco mais de 30 anos, milhões de pessoas em países em desenvolvimento poderão não conseguir comprar e comer peixe, alerta um relatório da World Wide Fund for Nature (WWF) hoje divulgado.

O documento, "À pesca de proteínas - Qual o impacto das pescarias marinhas na segurança alimentar global até 2050", analisa a quantidade de peixe que pode ser retirada dos mares de forma sustentável até meio do século.

A análise prevê que muitas pessoas terão de exportar o peixe em vez de o comer e não terão acesso a alternativas que substituam a fonte de proteína.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Ah pois isso sabe-se. É como quando começaram os aviários. Só que agora tem de não haver peixe no mar que é para as pisciculturas rentabilizar o investimento. Quem diria? Peixe de aviário? E esta, hein? Só que 'eles' não sabem e não pensam em que 'não se pode tirar a vida ao mar', senão... em vez de mar, teremos um charco de águas estagnadas com o perigo que isso representa para a humanidade.
    Anónimo | 11.01.2017 | 22.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Está tudo esquematizado, contabilizado, estudado e relatório(zado). 'Eles' querem reduzir em dois terços (ou mais, digo eu) a população mundial e a alimentação é essencial, assim como a saúde. Abram os olhos, acordem.
    Anónimo | 11.01.2017 | 21.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE