Literatura

Leituras no Mosteiro abrem novo ano com a obra de Eugène Ionesco

16 | 01 | 2017   12.04H

"Rinoceronte" (1959) é o texto escolhido para a primeira sessão de 2017, que decorre amanhã, às 21h, no Mosteiro de São Bento da Vitória. A entrada é livre.

Destak | destak@destak.pt

Rinoceronte conta a história de uma cidade francesa em que todos os habitantes, de repente, se começam a transformar em rinocerontes.

O ciclo dedicado a Eugène Ionesco continua com as leituras informais de peças curtas, no dia 21 de fevereiro, e no dia 21 de março.

Eugène Ionesco foi um dos grandes renovadores do teatro ocidental no século XX, tendo desenvolvido um teatro de “paródia” onde ridicularizava as situações mais banais e retratava a solidão do ser humano e a sua insignificância.

Agora, durante o primeiro trimestre de 2017, a obra do autor franco-romeno vai ser celebrada nas Leituras do Mosteiro, uma iniciativa promovida pelo Teatro Nacional São João (TNSJ). Rinoceronte (1959) é a primeira leitura informal e acontece na terça-feira, dia 17 de janeiro, no Centro de Documentação do TNSJ instalado no Mosteiro de São Bento da Vitória (MSBV), no Porto.

O convidado da sessão é Júlio Gago, presidente da Assembleia Geral do Teatro Experimental do Porto, companhia que estreou esta obra em 1960 pelas mãos de António Pedro.

Saiba mais sobre:
Foto: João Tuna
Leituras no Mosteiro abrem novo ano com a obra de Eugène Ionesco | © João Tuna
Ciclo de leituras informais à terça
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE