Linha Cancro

Apoio jurídico para doentes e família

18 | 01 | 2017   12.08H

A Linha Cancro, uma iniciativa da Liga Portuguesa contra o Cancro, passou a ser gratuita. «Um serviço público», que agora disponibiliza um novo apoio: o jurídico.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

Existe há nove anos. E se, de início, a Linha Cancro, uma iniciativa da Liga Portuguesa contra o Cancro (LPCC), tinha o preço de uma chamada local, a partir deste ano tornou-se completamente gratuita. «Um serviço público», prestado aos doentes e seus familiares, sobreviventes de cancro, cuidadores, profissionais de saúde e público em geral, que que pode fazer a diferença, confirma ao Destak Vitor Veloso, presidente da LPCC e que agora oferece um serviço adicional: apoio jurídico.

«Era uma necessidade real e premente para os doentes oncológicos», refere Vítor Veloso, até porque as dúvidas e dificuldades neste campo, essas têm sido muitas, sobretudo «relativas ao crédito de habitação, atestado multiuso de incapacidade, questões laborais, questões com seguradoras, e questões com a autoridade tributária».

Os direitos gerais do doente oncológico são, de resto, os mais frequentes motivadores de perguntas, um desconhecimento que Vítor Veloso considera «normal. Há legislação específica, mas muito dispersa para os doentes oncológicos e, naturalmente, apenas quando se passa pela doença é que existe a procura dessa informação. Como não é fácil encontrá-la e a interpretação das leis, os doentes, familiares e cuidadores vão procurar obter ajuda especializada no esclarecimento das dúvidas».

Ao lado dos doentes

Com uma média de 121 chamadas atendidas por mês em 2016, a que se juntam, em todo o ano, 1.400 mails tratados, a Linha Cancro tem um «impacto muito positivo no bem-estar dos doentes», muitos dos quais que chegam mesmo a «criar relações com a equipa de atendimento, acabando por haver um acompanhamento próximo nas várias fases da doença».

Um serviço que continuará a existir, garante o presidente da LPCC, «enquanto o Estado não garantir e assegurar um serviço semelhante e de qualidade. Quanto ao apoio jurídico, muitas vezes é o próprio Estado que não cumpre a legislação e que cria situações de conflito, pelo que a LPCC estará sempre ao lado dos doentes e dos sobreviventes de cancro».

Foto: Pedro Catarino
Apoio jurídico para doentes e família | © Pedro Catarino
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE