Actualidade

Ex-presidente da Volkswagen diz que não estava consciente da dimensão do caso

19 | 01 | 2017   13.32H

O ex-presidente da Volkswagen Martin Winterkorn, que se demitiu em 2015 na sequência do escândalo da manipulação das emissões em milhões de automóveis a 'diesel', assegurou hoje que não estava consciente da dimensão do caso.

Winterkorn, que falava hoje na comissão de investigação criada no Bundestag (câmara baixa do parlamento alemão) para estudar o escândalo, leu aos deputados uma declaração na qual sublinha que assumiu a responsabilidade ao demitir-se e que foi a decisão "mais difícil" da sua vida, depois de mais de 30 anos na Volkswagen.

O ex-presidente do grupo afirmou que entende que haja muitas perguntas sobre quem foi o responsável e sobre como pode ter ocorrido algo assim numa empresa tão organizada como a Volkswagen, algo que o próprio também se questiona e não consegue explicar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: EPA
Ex-presidente da Volkswagen diz que não estava consciente da dimensão do caso | © EPA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE