Actualidade

Pelo menos 64 civis morreram em ataques dos EUA durante a presidência de Obama

20 | 01 | 2017   04.52H

Entre 64 e 117 civis foram mortos em ataques de 'drones' ou outras operações antiterrorismo dos Estados Unidos, nomeadamente no Paquistão ou no Iémen, durante a presidência de Barack Obama, segundo uma estimativa divulgada na quinta-feira pelos serviços secretos.

Trata-se do segundo relatório que a administração de Obama publica em resposta à crescente pressão para divulgar mais informações sobre as operações letais levadas a cabo pelos Estados Unidos no estrangeiro.

Grupos de defesa dos direitos humanos têm vindo a criticar a administração norte-americana por considerar que subestima o número de vítimas civis dos ataques, havendo organizações não-governamentais que estimam em centenas o número de baixas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE