PUBLICIDADE
Actualidade

Banca espanhola vai devolver até 3.000 ME em juros cobrados indevidamente

20 | 01 | 2017   10.31H

O presidente da Associação Espanhola da Banca (AEB) assegurou hoje que os bancos vão devolver aos clientes entre 2.000 e 3.000 milhões de euros em juros cobrados indevidamente em contratos hipotecários, montante que "não compromete a solvência" dessas entidades.

Em declarações à rádio Onda Cero, citadas pela agência EFE, José Maria Roldán, garantiu que o montante total é inferior aos 4.000 milhões de euros calculados anteriormente pelo Banco de Espanha, baseado "nas existências que havia há uns anos" e também porque alguns bancos já chegaram a acordo com os seus clientes.

As entidades bancárias espanholas vão devolver os montantes que foram cobrados "abusivamente" através das chamadas cláusulas 'suelo', que impedem os clientes de crédito hipotecário de beneficiarem da diminuição das prestações bancárias pela queda das taxas Euribor a partir de determinado nível.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE