Exposição

‘Lisboa que Teria Sido’ no Museu de Lisboa

29 | 01 | 2017   14.58H

Cerca de 200 peças de projetos urbanísticos e arquitetónicos que não chegaram a ser concretizados vão poder ser vistos na exposição A Lisboa que Teria Sido até 25 de junho, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta (Pavilhão Preto).

Destak | destak@destak.pt

A mostra apresenta a Lisboa projetada por arquitetos, urbanistas e pensadores da cidade como Francisco de Holanda, Eugénio dos Santos, J. C. Nicolas Forestier, Ventura Terra, Cristino da Silva, Raul Lino, Cottinelli Telmo, Cassiano Branco, entre outros.

À cidade cosmopolita do século XVI faltava, para alguns dos mais ilustres moradores e visitantes, monumentalidade arquitetónica. A reconstrução, depois do terramoto de 1755, dotou a Baixa de uma dimensão majestosa, mas a normalização da arquitetura pombalina foi então, e até muito recentemente, considerada soturna e sem grandeza.

Comissários: António Miranda (Museu de Lisboa) e Raquel Henriques da Silva (FCSH - Universidade Nova de Lisboa)

Exposição patente até 25 junho, de terça a domingo, das 10h às 18h (última entrada às 17h30)

Preço: 3€ inclui entrada em todos os espaços do Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE